Gente, é bem difícil falar de si mesmo...
vamos tentar:

Somos sedentos pela palavra. perseguimos pensamentos de unidade, buscamos o Reino de Deus com todas as nossas forças...

Nosso pastor é o Pr. Jacy Junior(desde 2002), vive uma sinceridade inquietante, de espirito jovem, e uma alma de guerreiro, de atitude, de ideais... então em conversas com Deus, com estudos aprofundados na palavra, em uma busca incansável por respostas, por apontamentos espirituais e bíblicos, e quando eu digo aprofundamento na palavra quero deixar claro que isso é feito com traduções dos originais, tanto do grego quanto do hebraico(segundo ele, boas e demoradas horas de traduções e leituras). O Pai foi desenhando o que estava por vir, usando palavras(tanto escritas(bíblia) quanto reveladas em conversas), usando mentores(na maioria dos casos escritores como: Philip Yancey, C. S. Lewis, Eugene Peterson, Bonhoeffer,  Wolfgang Simson, A. W. Toser, MIlard J. Erickson, Geroge Eldon Ladd, D. L. Moody entre tantos e tantos outros).

O ritmo do Reino dá a toada...Palavras antigas fizeram mais sentido do que nunca, como "Ecclesia reformata et semper reformanda est"(A igreja reformada está sempre se reformando). Bebemos de alguns poucos escritos que a igreja Vineyard Brasil disponibilizava em alguns poucos sites nacionais que na época tínhamos acesso, por isso citamos o Pr. Luciano Manga, pastor da Vineyard e responsável por plantação de igrejas na Região do Rio de Janeiro e Espiritio Santo, tinha uma relação bem mais próxima com o nosso pastor, trocaram grandes idéias...
Então chegou finalmente a hora de contar um capítulo muito especial desta história. 

No inverno de 2015, logo ali em Barueri-SP, em uma viagem cansativa e divertidíssima, fomos recebidos no Movimento Vineyard, a Associação Vineyard Brasil nos acolheu como igreja, para uma nova e longa jornada...
Este é um capitulo que está sendo escrito, então deste momento, virão muitas histórias, assim cremos, assim esperamos, e assim será, pois Deus está completamente envolvido nela.

Tinha que ser assim, pois Deus escreve suas histórias de maneira criativa e sempre inusitada, quebrando-nos, refazendo, pintando, apagando... Adoro enxergar historias dentro das histórias, de ver o quanto Deus se envolve com as pessoalidades, os detalhes pequenos(e ao mesmo tempo quando percebidos, GRANDIOSOS), hoje fazemos parte da Vineyard, que é uma igreja mundial. Em 1974, Kenn Gullikson começou em Los Angeles um ministério que estava nos seu coração há muitos anos, está aí a progênie da Vineyard, nossa comunidade sempre teve uma inclinação musical muito enraizada, e talvez não haja maior marca na Vineyard do que a música; e como tínhamos muita dificuldade de encontrar boa música no cenário evangélico, a mentalidade de adoração da Vineyard foi um verdadeiro oásis, onde descansamos nossas bagagens e bebemos de uma água fresca e sempre renovável.

A mensagem do Reino sempre permeou nosso caminho de compreensão do Novo Testamento, outra grande ligação. Surpreender é uma linda virtude do nosso Deus, nossa origem tradicional, sempre tendeu a nos "travar", mas desde muito cedo, íamos sendo visitados com uma porção tamanha da presença do Espirito, que todas as amarras foram sendo rompidas, e a ação de Deus nos surpreendia todos os dias, encontros de oração que se multiplicavam em lagrimas, arrependimento e confissão. Tantas vezes foi "difícil" suportar tamanha visitação, e tantas vezes não suportamos mesmo... Adoração que fazia a alma transcender de uma maneira, poética, mas extremamente simples, em seus acordes, que tomavam nossos corpos e os levavam a presença de um trono poderoso, onde só se assenta um Deus Trino, Criador dos céus e da terra. Podemos dizer com toda a certeza, ASSIM É A VINEYARD, mas outra coisa que Deus mesmo foi moldando e alinhando com suas próprias mãos. A chegada de John Wimber em 82 a comunidade foi um grande marco, e o que ele trouxe, nos alinhou ainda mais com este ministério. Sua compreensão de igreja empoderada, de um evangelho vívido, era tudo que ansiávamos, e encontramos, ou melhor nos encontramos na Vineyard. A humildade da liderança, me deixou muito feliz, pois foi outro ponto que sempre esteve latente em meu coração, pois sempre acreditei em uma liderança humana de verdade, é claro que todas as lideranças são humanas, mas elas sempre tendem a se colocar a se posturar como acima da humanidade da comunidade... SIM, meus olhos brilharam diante de lideres que reconheciam suas limitações, que tem o habito de partilhar a liderança, e habilita-la sempre, de reconhecer erros e limitações, de pedir conselhos.

CARAMBA! Estávamos em casa...

Não foi fácil trilhar este caminho, mas não era possível não faze-lo.
Sabemos que ainda temos muitas histórias a contar, e vamos conta-las, fiquem a vontade de nos acompanhar...

Somos igreja, e este não é um mérito nosso, é na verdade uma dádiva concedido por Deus através do sacrifio de Cristo Jesus a nosso favor.
Então somos a igreja Dele.
Entendemos essa igreja como uma comunidade terapêutica, sarando todos aqueles que se alinham com o chamado do Reino de Deus.

Somos: Imperfeitos, mas buscando a santidade.

Leia o texto completo no site.